Instituto Lula

Menu

Amigos e admiradores se despedem de dona Marisa em São Bernardo

04/02/2017 21:14

Foto: Ricardo Stuckert/Instituto Lula

Dona Marisa Letícia foi velada numa cerimônia aberta ao público no Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo. A cerimônia começou às 9h, quando o ex-presidente já estava no local e terminou por volta das 15h30, com uma fala emocionada de Lula.

A despedida aconteceu no local onde os dois se conheceram, em 1973, quando ambos eram jovens viúvos (leia aqui a biografia de dona Marisa). A despedida aconteceu após uma cerimônia ecumênica, com padres, bispos e uma mãe de santo.

Dom Angélico Bernardino, bispo emérito de Blumenau, fez a fala mais longa e citou um trecho do evangelho de Mateus: 

"(…)Bem-aventurados os que choram, porque eles serão consolados;
Bem-aventurados os mansos, porque eles herdarão a terra;
Bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça, porque eles serão fartos;
Bem-aventurados os misericordiosos, porque eles alcançarão misericórdia;
Bem-aventurados os limpos de coração, porque eles verão a Deus;
Bem-aventurados os pacificadores, porque eles serão chamados filhos de Deus;
Bem-aventurados os que sofrem perseguição por causa da justiça, porque deles é o reino dos céus;
Bem-aventurados sois vós, quando vos injuriarem e perseguirem e, mentindo, disserem todo o mal contra vós por minha causa.
Exultai e alegrai-vos, porque é grande o vosso galardão nos céus; porque assim perseguiram os profetas que foram antes de vós.
Vós sois o sal da terra; e se o sal for insípido, com que se há de salgar? Para nada mais presta senão para se lançar fora, e ser pisado pelos homens.
Vós sois a luz do mundo; não se pode esconder uma cidade edificada sobre um monte (…)"

O ex-presidente Lula também falou ao final da cerimônia. Lula lembrou de como conheceu a esposa e como ela "segurou a barra" quando ele esteve viajando inúmeras vezes nesses anos todos. "Sem Marisa, eu nunca teria conseguido. Ela parecia frágil, mas era muito forte". E completou: "Eu acho que sofreria muito mais se não acreditasse em Deus. Eu tenho vontade de viver muito e vou lembrar dela a cada dia. No dia em que eu não puder mais lembrar, porque morri, então eu quero me encontrar com ela de novo".

 A fala durou 20 minutos e pode ser vista abaixo, na íntegra.