Faça parte. Contribua. Aprenda.

Contribua e aprenda com grandes intelectuais.
Doe R$ 200 ou mais e ganhe um curso. — Professor do mês: Ricardo Lodi Ribeiro.

Instituto Lula

Menu

Boletim 178 – Comitê Popular Em Defesa de Lula e da Democracia

16/08/2018 09:58

Arte Agência PT

1. Agora é oficial- Luiz Inácio Lula da Silva é o candidato do Partido dos Trabalhadores à Presidência da República. Sua candidatura foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) nesta quarta-feira (15/08). Segundo Fernando Haddad, vice-presidente na chapa de Lula (uma coligação entre PTPCdoB e Pros) e seu porta-voz, “o registro da candidatura de Lula é um ato de obediência à vontade do povo e à Constituição Federal”. O registro foi feito pela presidenta do PT, senadoraGleisi Hoffmann, acompanhada por Haddad, a deputada estadual Manuela D’Ávila (PCdoB-RS) e a presidenta da República deposta, Dilma Rousseff, além de parlamentares e dirigentes partidários. Leia mais: http://www.pt.org.br/lula-e-registrado-candidato-a-presidente-da-republica/

2. “Quero que o povo possa decidir se me dará a oportunidade de consertar o País”. Esse é um dos trechos de carta de Lula dirigida ao povo brasileiro logo após o registro de sua candidatura. A carta foi lida por Fernando Haddad em um trio elétrico montado ao lado do TSE. No documento, Lula denuncia a perseguição judicial deSérgio Moro contra si e afirma que a condenação sem provas ocorreu com base em uma mentira publicada pelo jornal o Globo, da família Marinho. “Sou vítima de uma caçada judicial que já está registrada na história”, diz Lula. Leia a carta: http://www.pt.org.br/carta-de-lula-apos-registro-oficial-de-sua-candidatura/

3. Hoje à tarde, a Esplanada dos Ministérios, em Brasília, foi ocupada por milhares de manifestantes que participaram da Marcha Lula Livre, em defesa da libertação do ex-presidente, de sua candidatura e da democracia. A Marcha terminou em frente ao TSE, em ato para celebrar a candidatura de Lula. É um fato inédito na história do País a presença de milhares de pessoas no protocolo de uma candidatura a presidente da República.

4. Durante o ato nos arredores do TSE, foi lido um manifesto em que 152 juristas defendem a legalidade e a legitimidade da candidatura de Lula e repudiam qualquer manobra que contrarie esse direito assegurado pela Constituição. Leia mais: http://www.pt.org.br/manifesto-assinado-por-152-juristas-defende-candidatura-de-lula/

5. O plano Lula de Governo foi registrado hoje também no TSE. A íntegra do plano por ser lida aqui: http://www.pt.org.br/plano-lula-de-governo-e-registrado-no-tse/

6. A Marcha Lula Livre em Brasília foi engrossada hoje por dirigentes da Federação Americana do Trabalho e Congresso de Organizações Industriais (AFL-CIO na sigla em inglês). Eles vieram ao Brasil manifestar apoio ao resgate da democracia e à libertação de Lula. Em reunião com a Bancada do PT na Câmara, foram informados pelo líder petista Paulo Pimenta (RS) sobre os suspeitos vínculos entre o Departamento de Justiça dos EUA e a Lava Jato. O vice-presidente da AFL-CIO, Tefere Gebre, disse a federação está à disposição para ajudar a luta brasileira pela democracia. Leia mais: https://ptnacamara.org.br/portal/2018/08/15/maior-central-sindical-dos-estados-unidos-e-canada-vem-ao-brasil-para-reforcar-luta-pela-libertacao-de-lula/

7. A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, o ministro da Segurança, Raul Jungmann, o presidente do Tribunal Regional Federal da 4º Região, Thompson Flores, e o diretor-geral da Polícia Federal, Rogério Galloro, terão que explicar ao Congresso Nacional atos de desvio e abuso de poder contra o ex-presidente Lula. As Bancadas do PT na Câmara e no Senado protocolaram hoje requerimentos de convocação e convite para essas autoridades. Uma ação específica contra o juiz Sérgio Moro também está sendo preparada. Leia mais: https://ptnacamara.org.br/portal/2018/08/15/raquel-dodge-jungmann-e-thompson-flores-terao-que-explicar-no-congresso-perseguicao-a-lula-cobra-pt/

8. Em Curitiba, o “boa tarde” ao ex-presidente Lula nesse 131º dia de resistência democrática teve a presença de militantes do MST de Santa Catarina, que chegaram pela manhã à capital paranaense. Manuel Antonio Roque, dirigente do MST de Santa Catarina, disse que o dia 15 de agosto passará para a história, pois foi registrada a candidatura de Lula, “que será eleito presidente e fará o Brasil voltar a sorrir”. Militantes do Fórum Unitário de Lutas da região Sudoeste do Paraná também participaram da saudação a Lula e da celebração de sua candidatura. Leia mais: http://www.pt.org.br/ato-em-curitiba-celebra-registro-de-candidatura-no-tse/

Boletim 178 – Comitê Popular Em Defesa de Lula e da Democracia
Direto de Curitiba – 15/8/2018 – 20h30