Faça parte. Contribua. Aprenda.

Contribua e aprenda com grandes intelectuais.
Doe R$ 200 ou mais e ganhe um curso. — Professor do mês: Emir Sader.

Instituto Lula

Menu

O Brasil NÃO mandou dinheiro para Cuba e Venezuela

13/10/2018 00:07

A história de que o Brasil teria investido dinheiro que falta aqui em outros países é um escândalo. É uma das maiores farsas da internet. 

Acontece neste momento uma frenética campanha de fake news movida por um dos candidatos à Presidência. Várias postagens da família Bolsonaro e de seus apoiadores foram tiradas do ar, mas o ritmo de produção de mentiras eleitorais quase sempre deixa a verdade menos importante. É o cenário da pós-verdade.

Uma das mentiras eleitorais mais famosas é a de que o Brasil teria investido dinheiro em outros países em detrimento das necessidades nacionais. A verdade é que O BNDES não financia obras em países estrangeiros. O que o Banco financia é a exportação de bens e serviços brasileiros de engenharia para o exterior. São coisas diferentes.

Ou seja, o que acontece é exatamente o contrário: o BNDES investe (reais) em empresas brasileiras que geram empregos no Brasil ao fazerem exportações.

Helena Tenório, superintendente de comunicação do BNDES explica ao jornal O Dia: " O BNDES não financia países e, sim, a exportação de bens e serviços brasileiros. Essas operações representam cerca de 5% da atuação do Banco (versus 40%, em média, destinados a infraestrutura no Brasil), e os recursos são desembolsados no Brasil, em reais, à empresa brasileira, como ocorre em todos os financiamentos do BNDES. O importador do bem ou serviço (que pode ser uma empresa estrangeira ou um país) assume a dívida e paga ao BNDES, em dólar ou euro. Tais operações, portanto, não envolvem envio de recursos do Brasil para o exterior. É exatamente o contrário: elas trazem divisas para o Brasil, em moeda forte, que, além de gerar emprego e renda aqui, ajudam a suprir nossas carências de investimento público."

A analogia é simples: É como se o Brasil fosse uma loja de carros e o BNDES o banco da financeira. O banco financia o vendedor (Brasil), emprestando a ele o dinheiro que o comprador (estrangeiro) está disposto a pagar pelo bem (no caso, um carro). Quem paga esse empréstimo é, obviamente, quem está comprando o serviço. Essas operações foram altamente rentáveis para o Brasil, gerando divisas em moeda forte e emprego local.

Desconfie de boatos de internet, especialmente em véspera de eleição. Para saber as  operações efetivamente contratadas pelo Banco estão disponíveis em www.bndes.gov.br/transparencia, onde se pode verificar a quem, quanto, para que e em que condições (prazos, taxas e garantias) o Banco financiou desde 2002.

Ajude a espalhar a verdade:

Fontes:
Jornal O Dia - A bem da verdade 
BNDES - Perguntas e respostas sobre nosso apoio à exportação