Faça parte. Contribua. Aprenda.

Contribua e aprenda com grandes intelectuais.
Doe R$ 200 ou mais e ganhe um curso. — Curso do mês: Filosofia e feminismo, com Marcia Tiburi.

Instituto Lula

Menu

Temos que ir para as ruas, diz Gleisi após visita a Lula

01/03/2019 10:22

Foto: Ricardo Stuckert

Do lula.com.br

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva recebeu nesta quinta-feira (28) a visita da presidenta do PT, Gleisi Hoffmann, e do líder da bancada do PT na Câmara, Paulo Pimenta. “O Lula tem uma clareza política do papel que ele tem e que nós temos em relação à defesa do Brasil. Ele sabe que não estão retirando apenas os direitos do povo, mas acabando com a nossa soberania nacional, destruindo nosso patrimônio e desprezando nosso território”, afirmou Gleisi ao deixar a Polícia Federal.

De acordo com a deputada, Lula afirmou que o objetivo central do atual governo é retroceder as conquistas que marcaram os 12 anos de governos petistas. “Tem gente que se elege pra governar e tem gente que se elege para destruir”, disse o ex-presidente a Gleisi.

A presidenta do PT reforçou a importância de retomar o diálogo com a população para denunciar os retrocessos do governo, como a proposta de reforma da Previdência. “É para as ruas que temos que ir. Para as praças públicas. Podemos começar falando pra dez, vinte, trinta. Mas logo vão ser 100 mil, logo vai ser um milhão. É assim que a gente faz, tocando o coração das pessoas e falando com o povo. Lula é símbolo disso. E é por isso que está preso. Porque ele mexe com o coração do povo”.

Já Paulo Pimenta lembrou que Lula tem consciência de que está preso para que o atual governo posso implantar essa agenda de retrocessos. “Visitar Lula sempre é algo inspirador. Ele já está aqui há quase um ano e tem consciência do papel histórico. É uma visão que o mundo inteiro tem sobre o Brasil. A prisão do Lula era necessária para que eles fizessem o que estão fazendo”, ressaltou.

Assista a fala completa: