Faça parte. Contribua. Aprenda.

Contribua e aprenda com grandes intelectuais.
Doe R$ 200 ou mais e ganhe um curso. — Professor do mês: Emir Sader.

Instituto Lula

Menu

Mino Carta e Fernando Morais, após visita: “Lula está bem e animado com a possibilidade de Haddad ganhar as eleições”

11/10/2018 23:00


O diretor da revista Carta Capital, Mino Carta, e o editor do site Nocaute, Fernando Morais, visitaram o ex-presidente Lula na sede da Polícia Federal em Curitiba nesta quinta-feira (11).

Mino Carta disse que a conversa com Lula trouxe a certeza de que “é preciso algum tipo de enfrentamento mais direto, mais determinado e mais desassombrado”. Morais complementou, registrando que uma das questões colocadas pelo ex-presidente foi “para a gente colocar a cara na rua e dizer o que precisa ser dito”.

Os dois jornalistas haviam sido proibidos de encontrar o petista na quinta-feira passada, em decisão da Justiça estadual do Paraná. Hoje, no entanto, conseguiram realizar a visita.

Os dois afirmaram estar impressionados com a disposição, otimismo e animação de Lula. Ambos não haviam encontrado com o ex-presidente desde abril, quando o petista foi levado para Curitiba. Nesse sentido, Morais disse que Lula “está muito bem fisicamente e muito animado com a possibilidade de ganharmos a eleições”.


Mino Carta destacou que Lula “não perde o senso de humor nunca”, mas acha “que ele está com uma razoável dose de irritação” dessa vez. “O que me pareceu muito positivo”.

Morais corroborou a impressão do colega, dizendo que o ex-presidente defendeu que o momento é de avançar na campanha. “Sem medo, sem medo”, complementou Mino. “E distribuindo os devidos coices quando necessário”.

Os jornalistas destacaram que a Carta Capital e o Nocaute devem produzir conteúdos importantes relativos às eleições presidenciais e a Lula nos próximos dias.

E, mantendo o jogral que estabeleceram na coletiva com os jornalistas, Morais disse que “Nocaute e Carta Capital vão fazer coisas juntos na próxima semana”, ao passo que Mino brincou: “Distribuiremos nocautes”.

Metáfora de lutaNo final da entrevista, Mino registrou que Lula usou uma metáfora do mundo do esporte para falar do momento atual das eleições e do Brasil, em alusão à luta entre Muhammad Ali e George Foreman ocorrida em 1974.

Na luta, o campeão George Foreman bate até cansar no desafiante, que passa boa parte do combate nas cordas. Muhammad Ali, depois de muito apanhar, reage e acerta um golpe certeiro em Foreman, que vai a nocaute.

O combate foi registrado em livro pelo escritor Norman Mailer. A editora nos apresenta assim o livro: “Zaire, 1974: Muhammad Ali desafia George Foreman. Neste relato magistral sobre a maior luta de boxe do século, Mailer põe o leitor na pele do boxeador e o faz pensar e sentir como se estivesse no ringue. É como se ninguém conhecesse o resultado da luta”.