Faça parte. Contribua. Aprenda.

Contribua e aprenda com grandes intelectuais.
Doe R$ 200 ou mais e ganhe um curso. — Professor do mês: Emir Sader.

Instituto Lula

Menu

Prêmio da Música Brasileira é marcado por Lula Livre

16/08/2018 10:55

Foto: Reprodução/YouTube

Do bahia.ba

Em noite de homenagem a Luiz Melodia, morto há 2 anos, o Prêmio da Música Brasileira exibido no Canal Brasil nesta quarta-feira (15), foi marcado por gritos em defesa a outro Luiz: o Lula, ex-presidente do Brasil, preso em Curitiba.

Além de interpretações exuberantes, como a de Caetano Veloso com seus filhos e a irmã, Maria Bethânia, da canção “Pérola Negra”, manifestações políticas roubaram a cena da premiação. Ao subir ao palco para receber o prêmio de “Melhor Álbum de Pop/Reggae/Hip-Hop/Funk”, Chico César fez o “L” com as mãos, inicial do candidato petista às eleições.  Logo depois, músicos do grupo Moacyr Luz e Samba do Trabalhador, que venceu como melhor álbum na categoria “Samba”, fizeram o “L” em direção ao público. Prontamente parte da plateia, em coro, passou a gritar “Lula Livre”.

Em seguida, o rapper Criolo foi chamado para receber o troféu como “Melhor Cantor de Samba”, pelo disco “Espiral de Ilusão”, repetiu a cena e também fez o “L” com a mão. Leci Brandão, eleita “Melhor Cantora”, deu continuidade ao protesto e empolgou ainda mais o público pró-Lula, presente no Theatro Municipal do Rio de Janeiro.