Instituto Lula

Menu

Terceiro dia de Lula por MG é marcado por paradas em cidades

26/10/2017 09:03

Ricardo Stuckert

Por Clarice Cardoso e Mariana Zoccoli
Agência PT de Notícias 

O terceiro dia de caravana Lula pelo Brasil, etapa Minas Gerais, foi marcado por paradas em diversas cidades mineiras. O ex-presidente Luiz Inácio Lulada Silva foi recepcionado pelo povo em Catuji, Padre Paraíso, Ponto dos Volantes, Itaobim, Itinga e Araçuaí.

Em Itinga, Lula teve um reencontro com a história. Na cidade, ele construiu, logo no início do primeiro mandato como presidente da República, uma ponte que liga os dois lados do município. No carro de som, Lula ouviu, emocionado, o relato do balseiro Eraldo Vieira de Sousa, conhecido como Mineiro.

“A gente atravessava no remo. Lula chegou aqui, a primeira vez, a gente tava com a balsa novinha e ele disse: quero atravessar na balsa!. Aí eu atravessei ele na balsa. Eu trabalhei 30 anos para poder aposentar, aposentei na balsa”, contou o balseiro.

“Antes de Lula era ruim, viu? Naquela época a gente não podia comprar nada. Depois que Lula entrou na Presidência todo mundo melhorou. Antes, a gente chegava com um doente no carro, era muito difícil, né?”, lembrou, ao contar que pessoas doentes chegaram a morrer na travessia do rio de balsa.

Inaugurada por Lula e de extrema importância para a região, a ponte do Rio Itinga, em Minas Gerais, foi entregue em 2004, na região do Vale do Jequitinhonha, após a chegada do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva à Presidência, em 2003. Após a construção da ponte sobre o Rio Itinga, as populações carentes das duas regiões foram integradas pelo acesso que unificou a cidade mineira.

A senhora Ana de Oliveira também esteve nas ruas de Itinga para ver o ex-presidente Lula de perto. Ela contou como a chegada da ponte mudou a vida dos moradores da região e fez, emocionada, um relato pessoal.

“Eu sou muito grata a Lula por essa ponte, porque a gente vivia isolado, parecendo bicho. Minha mãe morreu no meio do rio, na balsa furada. Eu sou grata a Lula pelo resto da minha vida porque tenho certeza que a mãe de ninguém vai morrer numa balsa”, contou.

Ainda em Itinga, o estudante André Borges estava com um grupo de amigos para ver a passagem de Lula na cidade. “Estamos aqui comemorando a vinda do ex-presidente Lula”, disse, com a placa “meu primeiro voto vai ser Lula 13 em 2018”.

“Essa ponte foi uma coisa muito boa. Não tem como explicar tanta emoção que essa ponte trouxe para nós. Essa ponte trouxe muita amizade do lado de lá e do lado de cá”.

Durante a tarde, debaixo de forte calor, Maria dos Anjos esteve em Padre Paraíso para ver a caravana do ex-presidente passar.

‘Ficou muito claro para nós que Lula foi, é e será o melhor presidente que esse Brasil já teve. O Lula não precisa de nós. Nós é que precisamos de Lula”.

Lula pelo Brasil

A viagem do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva à Minas Gerais, que acontece em outubro, é a segunda etapa do projeto que ainda deve alcançar as demais regiões do Brasil.

Em agosto e setembro, Lula pegou a estrada e percorreu os nove estados nordestinos, visitou inúmeras cidades, ouviu e conversou com o povo.

O projeto Lula Pelo Brasil é uma iniciativa do PT com o objetivo de perscrutar a realidade brasileira, no contexto das grandes transformações pelas quais o país passou nos governos do PT e o deliberado desmonte dos programas e políticas públicas de desenvolvimento e inclusão social, que vem sendo operado pelo governo golpista nos últimos dois anos.

Por Clarice Cardoso e Mariana Zoccoli, enviadas especiais à Minas Gerais para a caravana Lula pelo Brasil, para a Agência PT de Notícias