Faça parte. Contribua. Aprenda.

Contribua e aprenda com grandes intelectuais.
Doe R$ 200 ou mais e ganhe um curso. — Curso do mês: Filosofia e feminismo, com Marcia Tiburi.

Instituto Lula

Menu

Vannuchi: A Justiça brasileira terá que se retratar

05/05/2019 13:45

Ex-ministros de direitos humanos visitaram Lula na última quinta (2). Foto: Joka Madruga

Na última quinta-feira (02), o ex-presidente recebeu os ex-ministros de Direitos Humanos Paulo Sérgio Pinheiro e Paulo Vannuchi

Luiz Inácio Lula da Silva segue firme na luta para provar sua inocência e defender os direitos do povo brasileiro. Esse foi o recado dos ex-ministros Paulo Sérgio Pinheiro e Paulo Vannuchi, que estiveram com o ex-presidente nesta quinta-feira (02), em Curitiba, onde Lula é mantido como preso político há 391 dias.

Após a visita, Paulo Vannuchi, que foi ministro no governo do ex-presidente, conta que encontrou “o mesmo Lula, sempre preocupado com o Brasil, com o povo e com a soberania nacional”.

Sobre as condições da prisão, o ex-ministro compara com o período da ditadura militar em que ele próprio esteve preso arbitrariamente por cinco anos lembrando que, mesmo naquela época, teve direitos como as visitas religiosas garantidas. O que não acontece com o ex-presidente.

Vannuchi ressalta ainda que Lula está preso há mais de um ano sem ter cometido crime e afirma que “a justiçabrasileira, em algum momento, há de se retratar pela perseguição e julgamento político”. Nesse ponto, o ex-ministro cita que a Associação Americana de Juristas reconheceu que o ex-presidente é preso político também na tarde desta quinta-feira (02).

repercussão internacional também foi destaca pelo ex-ministro (gestão Fernando Henrique Cardoso)  e relator da Organização das Nações Unidas, Paulo Sérgio Pinheiro. “Há um sentimento de indignação diante do processo”, relata. E lembra que a Constituição foi desrespeitada pela Justiça brasileira com a prisão em segunda instância. “A percepção internacional é de que não há razões para que o presidente esteja enclausurado em uma solitária”, finaliza.

Assista os depoimentos na íntegra

Da Redação da Agência PT de Notícias