Instituto Lula

Menu

Tenho orgulho de estar aqui no Instituto Federal em Cariacica

05/12/2017 12:58

Lula no Ifes em Caricacica. Foto: Ricardo Stuckert

Por Clarice Cardoso
Da Agência PT de Notícias 

“Sempre que eu vou a um lugar que tenha um Instituto Federal que eu possa visitar, eu visito”, afirmou  Lula no segundo dia de Lula pelo Brasil em visita ao campus de Cariacica. Orgulhoso, o presidente visitou orgulhoso o Laboratório de Acionamentos Elétricos do Curso de Manutenção de Sistemas Metroferroviários antes de se dirigir a alunos e professores no auditório.

“O que vocês falam aqui, para mim, vale mais que tudo. Porque eu viajo nas caravanas para aprender. Eu quero saber como as pessoas estão compreendendo o momento político que a gente está vivendo no Brasil”, disse. “Quando a gente vem a Cariacica e percebe que vocês conseguiram ficar em terceiro lugar entre os melhores IFs do Brasil, é motivo de muito orgulho para mim!”

Com apenas 11 anos de existência, o Instituto Federal é motivo de alegria para os capixabas. Um campus que começou com oito professores e o primeiro curso de ferrovias com duas turmas de 30 alunos cada um, hoje atende a 1.600 estudantes.

Mais do que números, o que impressiona nas visitas do ex-presidente a institutos de educação são as histórias de estudantes que tiveram suas perspectivas de vida mudadas pela coragem de um homem que ousou sonhar e colocar esse sonho em prática.

“Eu passei minha infância em Cariacica. Nasci e cresci aqui. Minha mãe é cozinheira, meu pai é caminhoneiro, veio do Nordeste para cá”, contou ao ex-presidente o estudante de Física Murilo Viana Maia. “Este IF é um lugar de muitas oportunidades, onde meus sonhos começaram a ganhar forma. Descobri aqui minhas paixões, e por isso decidi ser professor. Quero incentivar mais alunos para que esse país continue a crescer.”

Vivência semelhante foi relatada por Rodrigo Lopes Alvarino, aluno do curso de Administração. “Eu conheci no IFES muita coisa que não fazia ideia que existia. Entrei aqui para estudar e descobri um mundo que muita gente não conhece, o mundo da pesquisa.”

É clara a importância que o ex-presidente dá a ouvir as histórias desses alunos que falam de um lugar tão caro a ele. “Pobre de uma nação que não investe na educação. Pobre de uma nação que coloca a educação na rubrica de ‘gasto’ e não de investimento”, disse.

“Eu sou oriundo de um curso técnico, por isso de uma família de oito pessoas, e fui o primeiro a ganhar mais de um salário mínimo. O primeiro a ter uma televisão. O primeiro a ter uma casa. O primeiro a ter um carro. O primeiro a ser presidente da República!”

“Eu costumo valorizar muito o ensino técnico porque ele dá uma garantia de formação profissional qualificada a meninos e meninas deste pais. A profissão representa muito na vida de cada um. É a certeza de que você ser um cidadão de primeira classe neste país”

“Eu tenho batido na tecla de que muitas vezes a elite que dirigiu este país por 500 anos nunca se importou com a educação do nosso povo. Ela fazia aquilo que era o mínimo só para dizer que estava fazendo, mas nunca levou a sério.” Lula pode dizer isso, porque pensa e fez diferente. “Quando cheguei à presidência da República, tinham sido feitas no Brasil 140 escolas técnicas. Em apenas 12 anos, saímos de 140 para 640, quatro vezes mais do que existiam.”

A atenção especial que os governos democráticos e populares dão à educação é, na verdade, a atenção ao futuro do país como um todo. E isso se exemplifica facilmente: “Muita gente não gosta quando a gente investe em pesquisa, porque às vezes você investe por dois ou três anos e parece que não deu em nada. Um governo medíocre só investe no que dá ‘certo’. Mas a gente não teria descoberto o pré-sal se não tivesse investido milhões em pesquisas naPetrobras”.

“Os caras que hoje estão vendendo a Petrobras diziam que a gente tinha encontrado, mas não ia conseguir tirar de lá. A gente disse, se não temos tecnologia, vamos desenvolver.” A realidade que se vê hoje fala por si só.

O ex-presidente falou de forma enfática sobre o quanto seus governos fizeram pela formação dos mais jovens. “Agora já devem ter acabado com quase tudo, porque tudo custa dinheiro. E dinheiro, hoje, tem que ir para os deputados segurarem o Temer lá, mesmo que o povo não queira.”

Lula Pelo Brasil

A viagem do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ao Espírito Santo e ao Rio de Janeiro, que acontece em dezembro, é a terceira etapa do projeto que ainda deve alcançar as demais regiões do Brasil.

Em agosto e setembro, Lula pegou a estrada e percorreu os nove estados nordestinos, visitou inúmeras cidades, ouviu e conversou com o povo. Em outubro, foi a vez do estado de Minas Gerais.

O projeto Lula Pelo Brasil é uma iniciativa  com o objetivo de perscrutar a realidade brasileira, no contexto das grandes transformações pelas quais o país passou nos governos democráticos e progressistas e o deliberado desmonte dos programas e políticas públicas de desenvolvimento e inclusão social, que vem sendo operado pelo governo golpista nos últimos dois anos.

Assista à visita de Lula ao IFES na íntegra:

Por Clarice Cardoso, da Agência PT de Notícias, enviada especial à caravana Lula pelo Brasil – SE

Veja como foi o ato: