Instituto Lula

Doe agora
Menu

'Rap e política me tornaram um ser coletivo', diz Freitas

27/04/2022 09:10

Facebook

O Gate Papo convidou o vereador Renato Freitas (PT) para debater a juventude na política em live no canal do YouTube do Instituto Lula, nesta quarta-feira (27). 

Grupo de Acompanhamento de Temas Estratégicos (Gate)do Instituto Lula explica a proposta: "Jovens lideranças políticas de esquerda têm surgido em diferentes regiões do país e atuam na defesa da democracia e dos direitos. Eles se opõem com coragem aos atos autoritários que se alastram desde o golpe de 2016. Será que podemos esperar uma nova geração de lideranças de esquerda emergindo nesta terceira década do século 21? Quem são eles? O que pensam? Para falar disso e de muito mais, o próximo Gate Papo conversa com o Renato Freitas, vereador de Curitiba e uma das caras dessa nova geração".

Renato Freitas, 37 anos, foi eleito vereador de Curitiba com mais de 5 mil votos nas eleições de 2020. Ele é advogado, mestre em Direito Penal, Criminologia e Sociologia da Violência pela Universidade Federal do Paraná (UFPR). Já trabalhou na Defensoria Pública do Estado e atuou como professor universitário e advogado popular. Na Câmara Municipal de Curitiba trabalha para ser a voz das periferias da cidade. Tem se dedicado principalmente a pautas relacionadas à Segurança Pública, Emprego e Renda, Moradia, Educação e Cultura. 

Na live, Freitas conta como a educação e o acesso que teve para o rap e a cultura de rua foram fundamentais para trilhar o caminho de liderança da juventude e do Partido dos Trabalhadores. "Eu tinha o sonho de ser motorista de ônibus. A partir do momento que eu tive acesso ao rap, a História e a Sociologia, eu percebi que eu gostaria de ser sociólogo. Eu percebi que a sociologia permite a autonomia e emancipação para as pessoas. Por isso, essas disciplinas foram as primeiras atacadas por Bolsonaro", conta Freitas no vídeo.

Assista ao Gate Papo no player abaixo: