Faça parte. Contribua. Aprenda.

Contribua e aprenda com grandes intelectuais.
Doe R$ 200 ou mais e ganhe um curso. — Curso do mês: Filosofia e feminismo, com Marcia Tiburi.

Instituto Lula

Menu

Boletim 136 – Comitê Popular em Defesa de Lula e da Democracia

05/07/2018 09:19

Arte: Agência PT

1. Preso político há quase três meses, o ex-presidente Lula enviou uma mensagem de solidariedade ao ex-presidente do Equador Rafael Correa, alvo de um mandado de prisão expedido na terça-feira (3). Lula disse que Correa, como ele, é vítima da perseguição do Judiciário contra presidentes progressistas na América Latina. O ex-presidente equatoriano postou a mensagem no twitter e agradeceu a Lula pelo gesto: Leia a íntegra da mensagem de Lula: https://lula.com.br/mensagem-de-lula-em-solidariedade-rafael-correa

2. A presidenta nacional do PT, senadora Gleisi Hoffmann, divulgou uma nota em que critica duramente a Confederação Nacional da Indústria por ter excluído um representante do ex-presidente Lula, líder isolado nas pesquisas, no debate entre os pré-candidatos à Presidência da República nesta quarta-feira (4). Leia mais: http://www.pt.org.br/nota-do-pt-cni-exclui-ideias-de-lula-em-sabatina/

3. José Manuel Pureza, deputado do Bloco de Esquerda (BE) e vice-presidente da Assembleia da República em Portugal, prestou apoio a Lula em evento ocorrido na terça-feira (3), na Casa do Alentejo, em Lisboa, sobre o desmonte das leis trabalhistas no País. Ele denunciou a prisão política de Lula como manobra do golpe contra a democracia no Brasil e defendeu a libertação do ex-presidente brasileiro e o seu direito de ser candidato nas eleições para a Presidência da República em outubro.

4. Na manhã de hoje, logo depois do “Bom dia” a Lula, aconteceu uma roda de conversa com Simone Rezende, da coordenação do MST no Paraná, sobre o Congresso do Povo, que acontecerá dia 16 de agosto em Brasília. Parte da Jornada de Lutas de Julho e Agosto, o Congresso do Povo visa mobilizar a população para restabelecer a democracia e garantir um futuro melhor para o Brasil.

5.O “Boa Tarde” a Lula foi puxado por Márcio Kieller, secretário de Comunicação da CUT/PR. Ele pediu aos militantes uma dedicação especial para compartilhar nas redes sociais os conteúdos das mídias alternativas, para ajudar a virar o jogo na batalha da informação com a mídia tradicional.

6. Reforçando as já tradicionais quartas sindicais na Vigília Democrática #LulaLivre, à tarde aconteceu uma roda de conversa com Antônio Firmino e Pablo Sergio Meireles, diretores do Sindicato dos Bancários e Financiários de Curitiba e região. Eles conversaram com os militantes sobre a importância da Caixa Econômica Federal e do Banco do Brasil como bancos públicos e estratégicos.

7. A tarde na Vigília teve também momentos de música e poesia, com o multiartista João Belo. Ele animou amilitância com poemas e canções. “Lula driblou o destino / de coragem e luta vasta/quebrou a casca da casta/reservada aos nordestinos/ não herdou sesmaria/não veio da academia/ e ao descer do pau de arara/ em vez de ser delinquente/ transformou-se em presidente”, diz um trecho do poema Lula é o Cara.

8. A programação na Vigília terminou com o “Boa Noite” ao presidente Lula com a participação do deputado estadual paranaense Pericles de Melo (PT). O secretário de Comunicação da CUT/PR, Márcio Kieller, lembrou que amanhã a Vigília completa 90 dias e a resistência continua firme, para defender a libertação de Lula e denunciar ao mundo sua prisão totalmente arbitrária.

Boletim 136 – Comitê Popular em Defesa de Lula e da Democracia