Instituto Lula

Menu

Clacso homenageia Dona Marisa com bolsas de estudos integrais para mulheres em cursos de especialização

10/02/2017 12:02

Imagem: Clacso/Reprodução

Em homenagem a Dona Marisa, como era conhecida a esposa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, Marisa Letícia Lula da Silva, o Conselho Latino-Americano de Ciências Sociais (Clacso) vai conceder cem bolsas de estudos integrais para mulheres. O programa, que leva o nome da ex-primeira-dama, dará isenção total para a participação nas especializações e cursos internacionais ofertados em 2017 em temas ligados a movimentos sociais e integração regional ofertados pelo organismo.

De acordo com a descrição da bolsa Marisa Letícia Lula da Silva de Apoio à Formação Acadêmica de Mulheres Latino-Americanas, o Clacso tem como objetivo “homenagear tantas mulheres latino-americanas que, como Marisa Letícia, lutam cotidianamente, de forma silenciosa e quase sempre anônima, em defesa da democracia, da justiça social e da igualdade”.

Por que Marisa?
Dona Marisa, filha de imigrantes italianos, nasceu na periferia da cidade de São Paulo. Ainda muito jovem e grávida, teve a vida arrebatada pela trágica morte do companheiro, que era taxista e foi morto em um assalto. No Sindicato dos Metalúrgicos conheceu Lula, também viúvo e jovem. Logo se casaram e construíram uma família, na qual a política sempre foi uma integrante a mais.

Quando Lula foi preso pela ditadura militar, em 1980, por exemplo, ela liderou uma marcha de mulheres que pediam a libertação dos companheiros sindicalistas. Marisa também participou da fundação do PT: foi ela que, em um tecido vermelho antigo que tinha em casa, costurou a primeira estrela da primeira bandeira do Partido dos Trabalhadores. Assim como o companheiro, Marisa foi, ela mesma, uma metáfora do Brasil de esperança das últimas décadas.

Marisa Letícia Lula da Silva faleceu aos 66 anos no início da noite do dia 3 de fevereiro de 2017 em decorrência de complicações de um AVC (acidente vascular cerebral) hemorrágico.

Como concorrer?
As Bolsas de Estudos Marisa Letícia serão concedidas para as mulheres interessadas em participar das seguintes especializações e cursos internacionais: Políticas Públicas e Justiça de Gênero (inscrições até 24 de fevereiro); Políticas Públicas para a Igualdade na América Latina (inscrições até 5 de março); Epistemologias do Sul (inscrições até 5 de março) e Direitos Humanos e Estudos Críticos do Direito (inscrições até 5 de março).

Condições
Para receber o benefício, as interessadas devem fazer a solicitação na página do Clacso. A metade das vagas será destinada a estudantes brasileiras que realizem seus estudos ou exerçam funções docentes ou de pesquisa em instituições educativas no Brasil. Cada curso terá 25 bolsas, a priori.

As solicitações serão avaliadas por um Comitê Acadêmico. Terão prioridade para a concessão das bolsas as mulheres que: tenham dificuldades declaradas para custear os cursos e/ ou participem de organizações sociais, sindicatos, partidos ou movimentos de luta por igualdade de gênero, direitos humanos, feminismo e/ ou justiça social em qualquer país da América Latina e Caribe.

O cadastro para o sistema de bolsas estará disponível a partir do dia 10 de fevereiro no site e permanecerá no ar até o fim do período inscrições para as especializações e cursos internacionais.

Mais informações podem ser obtidas entrando em contato pelo e-mail: clacsoinst@clacso.edu.ar