Faça parte. Contribua. Aprenda.

Contribua e aprenda com grandes intelectuais.
Doe R$ 200 ou mais e ganhe um curso. — Professor do mês: Ricardo Lodi Ribeiro.

Instituto Lula

Menu

Lideranças negras discutem igualdade racial no Instituto Lula

22/06/2018 13:31

Foto: Mauro Calove

Na manhã desta terça-feira, 19, diversas lideranças do movimento negro se reuniram na sede do Instituto Lula para dialogar sobre as políticas públicas de igualdade racial implementadas durante os governos Lula.

Flávio Jorge, conselheiro do Instituto Lula e coordenador nacional da Conen (Coordenação Nacional de Entidades Negras) trouxe um histórico da organização dos negros e negras na construção de políticas públicas e do fortalecimento coletivo de lideranças negras desde a década de 1980.

Tiago Soares, secretário estadual de combate ao racismo do PT, pontuou a importância do balanço das políticas que foram implementadas, para que a partir disso seja formulado um diagnóstico que aponte as demandas que devem ser objeto de novas políticas públicas.

A reunião contou com a presença e Fabya Reis, gestora de igualdade racial do governo do estado da Bahia, que compartilhou as experiências da Secretaria de Promoção da Igualdade Racial do estado, as políticas implementadas e os avanços observados nos últimos anos. Fabya pontuou que nos últimos meses as comunidades tradicionais têm aumentado a demanda por cesta básica, reflexo do golpe, que está atingindo diretamente a vida da população pobre no país. Até as três refeições diárias deixou de ser uma realidade.

Genocídio da juventude negra, cultura, emprego e renda, diálogo com os territórios, saúde e educação são alguns dos temas que foram discutidos durante a manhã, numa perspectiva de que a questão racial, o combate ao racismo e a promoção da igualdade racial deve ser uma política transversal, trabalhada em todas as áreas.

Foi ressaltada também a importância de sempre dialogar e garantir a representação e o recorte indígena nas políticas de promoção de igualdade racial no país.

A ideia é que o grupo volte a se reunir mais vezes para continuar a avaliação sobre as políticas públicas de igualdade racial, resgatando o caráter formulador que vem desde o Instituto Cidadania.