Instituto Lula

Doe agora
Menu

Assassinato de João Alberto é retrato do racismo estrutural

20/11/2020 20:27

Nota publicada nas redes sociais do Instituto Lula:


O assassinato de João Alberto Silveira Freitas às vésperas deste Dia da Consciência Negra é um triste retrato do racismo que estrutura nossa sociedade. Não se trata de um caso isolado. A violência contra a população negra, em especial contra mulheres negras, aumentou nos últimos anos, como mostra o Atlas da Violência. 

O primeiro passo para combater o racismo que permeia nossa sociedade é reconhecê-lo. De nada adianta a tentativa de tapar o sol com a peneira bradando "não somos racistas", "não existe racismo no Brasil" enquanto a realidade é sentida na pele por negras e negras, descendentes de africanos e brasileiros escravizados, que tiveram seus corpos explorados, objetificados e violentados pela elite brasileira durante séculos.

Mas se o racismo não dá trégua, a luta também não! Não à toa foi escolhido o 20 de novembro, data do assassinato de Zumbi dos Palmares, como Dia da Consciência Negra. A vida do líder quilombola foi marcada pela resistência. 

Seu legado — e de tantos outros — se multiplicou. Com muito suor vieram as conquistas do movimento negro organizado. Que nada fará retroceder. 

#DiaDaConsciênciaNegra #Consciência Negra #VidasNegrasImportam