Faça parte. Contribua. Aprenda.

Contribua e aprenda com grandes intelectuais.
Doe R$ 200 ou mais e ganhe um curso. — Curso do mês: Filosofia e feminismo, com Marcia Tiburi.

Instituto Lula

Menu

Cidades visitadas por Caravana carregam legado de Lula

02/08/2019 10:00

Foto: Márcio Garcez e Jonas Santos

A última etapa da Caravana da Resistência passa nesta sexta-feira (2) pelos municípios pernambucanos de Águas Belas, Caetés e Caruaru. As três localidades, da mesma forma como ocorreu em todo o Nordeste, foram testemunhas da multiplicação dos recursos para ações e programas que melhoraram a qualidade de vida da população durante os 13 anos dos governos petistas de Lula e Dilma.

A caravana, organizada pela liderança do PT na Câmara e o Núcleo Agrário da bancada conta com a participação do líder da banca petista, deputado  Paulo Pimenta (RS),  Carlos Veras (PE),  João Daniel (SE), Valmir Assunção (BA) e dos senadores Humberto Costa (PE) e Rogério Carvalho (SE).

Águas Belas (PE)

No município de Águas Belas, com 42.566 habitantes (IBGE 2015), várias ações implementadas pelos governos de Lula e Dilma garantiram uma vida melhor para a maioria da população. Esse é o caso do Programa Bolsa Família, implementado pelo governo Lula em 2003, que chegou a atender 8.513 famílias na região até início de 2016.

A oferta de serviços básicos a população como luz elétrica e água potável também mereceram atenção especial nos governos petistas. O programa Luz Para Todos, criado também em 2003 pelo governo Lula, realizou 1.735 ligações de energia no município desde a criação do programa. Já o Programa Água para Todos, criado em 2011, construiu 2.274 cisternas de água para o consumo humano, cultivo de alimentos e criação de animais.

Os recursos para a agricultura familiar, por meio do Plano safra, também foram multiplicados. Enquanto na safra 2010/2011 foram destinados R$ 1.611.130 para 776 contratos (valor médio de R$ 2.076,2), na safra 2014/2015 o valor alcançou R$ 7.813,328 em 974 contratos (valor médio R$ 8.021,9).

Caetés (PE)

No município de Caetés, onde Lula nasceu, um dos destaques foi o crescimento das transferências do governo federal para implementar programas e ações voltados a assegurar os direitos dos cidadãos e acesso a serviços básicos. Com 28.145 habitantes (IBGE 2015), os recursos para o município aumentaram de R$ 13.924.314 em 2007, para R$ 31.617.641 em 2015.

Entre os programas sociais implantados pelos governos do PT, o destaque é o Bolsa Família. A ação beneficiava 5.483 famílias em 2016.

Na área da saúde, várias ações garantiram medicamentos e atendimento médico a população. Com o Programa Farmácia Popular, 2.175 pessoas foram beneficiadas no município com medicamentos gratuitos para hipertensão, diabetes e asma apenas entre 2011 e 2016. No mesmo período, 1.262 pessoas foram favorecidas com desconto de até 90% em medicamentos para doenças como rinite, mal de Parkinson, osteoporose, glaucoma, e também para contraceptivos e fraldas geriátricas.

O atendimento também não foi esquecido. Em 2016, o Programa Mais Médicos – lançado em 2013 – garantia a presença de 5 profissionais da medicina para atender a população, especialmente da zona rural.

Caruaru (PE)

Em Caruaru, o mais populoso município do interior pernambucano – com 347.088 habitantes (estimativa IBGE 2015) e conhecido como a ‘capital do forró’ – além dos investimentos em programas sociais de transferências de renda e no acesso as necessidades básicas da população como água potável e energia elétrica, os maiores destaques foram os recursos investidos pelos governos do PT em educação, saúde e moradia.

Na educação, durante o governo Lula (2006) foi inaugurado o campus da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) no município. Em 2010, foi inaugurado o campus do Instituto Federal de Pernambuco (IFPE) em Caruaru.

ProUni (Programa Universidade para Todos), criado em 2005 no governo Lula e que oferece bolsas de estudo integral e parcial em instituições privadas de ensino superior, atendeu 6.263 estudantes no município até março de 2016. Já o Pronatec, criado em 2011 no governo Dilma para expandir, interiorizar e democratizar a oferta de cursos de educação profissional e tecnológica no país, havia realizado 24.738 matrículas até março de 2016.

Na área da Saúde, o Programa Farmácia Popular beneficiou 44.681 pessoas com medicamentos gratuitos para o tratamento da hipertensão, diabetes e asma, seja nas 42 unidades próprias ou pela rede “Aqui Tem Farmácia Popular” até fevereiro de 2016. Outras 30.822 pessoas conseguiram adquirir medicamentos na mesma rede com descontos de até 90% para tratamento de diversas doenças, como rinite, mal de Parkinson, osteoporose, glaucoma e também contraceptivos e fraldas geriátricas.

Em relação ao atendimento, o Programa Mais Médicos garantia até março de 2016 a permanência de 38 médicos para atender a população de Caruaru, especialmente da zona rural.

Na área da moradia, o programa Minha Casa Minha Vida (criado em 2009) foi responsável pela construção e entrega de 5.378 unidades habitacionais até março de 2016.

Por PT na Câmara