Instituto Lula

Doe agora
Menu

Inscreva-se: Como retomar a economia de Brasil e Argentina?

29/07/2021 19:13

O Brasil, que já foi a sexta economia do mundo, agora é a 13ª. A Argentina, depois de passar anos se recuperando dos governos neoliberais dos anos 90, agora está de volta ao FMI. O que provocou essa decadência e como será possível reconstruir a economia da região?

O Instituto Lula se junta mais uma vez ao Instituto Pátria, da Argentina, desta vez para organizar o seminário "Propostas Econômicas para Brasil e Argentina". O seminário terá a participação de nomes de peso na política econômica dos dois países, como o ex-ministro e ex-presidente do BNDES Guido Mantega e o ex-vice-presidente argentino Amado Boudou.

O seminário terá quatro encontros, de cerca de duas horas de duração e começa já na próxima quarta-feira, dia 4. As aulas são fechadas e restritas a alunos inscritos, que terão direito a um certificado no final.

A inscrição pode ser feita no formulário abaixo ou neste link: https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSejFLOEBMI6MO9iLNTFVwYXAFPTkOg0dNgFWD8QksH6EscY5Q/viewform?embedded=true

Dúvidas: cursos@institutolula.org

Programa (sempre às 18h):

Aula 1: 4 de agosto – Situação da região em tempos anteriores e durante o começo do Mercosul: Breve retomada da história de Brasil e Argentina. Começo dos Acordos econômicos e dos programas de integração. Como vivenciaram ambos os países os processos da chamada globalização econômica e as medidas que adotaram para o desenvolvimento

Aula 2: 11 de agosto – Políticas de desenvolvimento produtivo e industrial na região durante os governos progressistas.

Analise das políticas econômicas e de desenvolvimento Produtivo e industrial durante os governos Nestor e Cristina Kirchner e Lula e Dilma. A criação da UNASUR. Integração econômica e industrial e um novo desenvolvimentismo em contraposição ao neoliberalismo

Aula 3: 18 de agosto – O retrocesso econômico na região e a volta das políticas neoliberais.

A volta a austeridade e o desinvestimentos. A desindustrialização. O golpe em Dilma e na democracia brasileira. As políticas econômicas e sociais no Brasil reacionário e o efeito do lawfare na economia latino-americana.

Aula 4: 25 de agosto – Contexto atual e perspectivas de futuro.

A situação pré e pós pandemia. Ganhadores e perdedores. A economia dos pequenos produtores vs as grandes empresas multinacionais. A política tributária e sua necessária reorganização. Logística, taxas de exportação e importação nas políticas regionais e sua revisão.

Coordenação Acadêmica: Juan Pablo Futten (ARG) – Luís Vitagliano (BR)
Coordenação Executiva: Celina Tellechea (ARG) – Antonio Alonso (BR)

Expositores: 

Argentina: Felisa Miceli (ex-ministra de produção) Pablo Julio Lopez (ex-ministro, Débora Giorgi, Amado Boudou (ex-vice presidente Cristina Kirschner)

Brasil: Pedro Silva Barros (ex-diretor da Unasul), Arno Augustin (ex-secretário do tesouro Dilma e Lula), Guido Mantega (ex-Ministro da Fazenda)

Para ingressar na Plataforma usaremos as redes do Instituto Patria: