Instituto Lula

Doe agora
Menu

Democracia é o “único caminho”, diz presidente argentino

10/09/2020 10:18

Nesta quarta-feira (9), o presidente argentino Alberto Fernández anunciou a criação de um Fundo de Fortalecimento Fiscal para a província de Buenos Aires, com recursos destinados a atender demandas dos policiais.

O pronunciamento de Fernández acontece num cenário de protestos da força policial da capital na residência presidencial de Olivos. O presidente reconheceu problemas salariais da categoria, mas atentou para a forma como as manifestações estão se dando. A democracia é o “único caminho”, lembrou o mandatário.

Por Opera Mundi

O presidente da Argentina, Alberto Fernández, fez um pronunciamento na noite desta quarta-feira (09/09) em que pediu os policiais da província de Buenos Aires em greve “reflitam e cessem o quanto antes” o movimento, que culminou com um cerco à Quinta de Olivos, a residência oficial do país.

O mandatário também disse que não irá aceitar esse tipo de manifestação e que a democracia é o “único caminho”.

“Posso entender qualquer reclamação e demanda. O que não estou disposto a aceitar são certas formas”, afirmou. “Porque essas formas não tem a ver com a forma democrática, não tem a ver com a institucionalidade, os moradores bonaerenses não merecem isso. (…) Sou sensível às reclamações da polícia. Não sou inocente, é preciso encontrar uma solução. Vamos buscar encontrar, mas não vamos aceitar que continuem com esse tipo de protestos. Peço que interrompam esta atitude”, afirmou.

O pronunciamento foi feito de dentro da Quinta e com a presença de prefeitos de oposição e situação da província bonaerense, em uma demonstração de força política.

Leia a matéria completa no Opera Mundi e assista ao pronunciamento abaixo.