Instituto Lula

Doe agora
Menu

Em carta, Lula promete lutar por justiça para Marielle

30/09/2019 09:27

Foto: Reprodução/PSOL

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva escreveu uma carta para Marinete da Silva, mãe da vereadora do Rio de Janeiro Marielle Franco, assassinada brutalmente junto com o motorista Anderson Gomes na noite de 14 de março de 2018 no Rio de Janeiro depois de mediar um debate sobre o empoderamento de mulheres negras.

Lula agradeceu a correspondência recebida pela família de Marielle e prometeu lutar por Justiça para a vereadora. “A luta de Marielle segue ecoando pelo Brasil e pelo mundo, e é isso que nossos algozes não suportam. Para além da Justiça, confio no poder da verdade. E pode agir o tempo, mas ela sempre prevalece”, disse Lula na carta.

Em um de seus últimos atos à frente da Procuradoria-Geral da República, Raquel Dodge apresentou uma denúncia contra Domingos Brazão, conselheiro do Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro, por suposto envolvimento no assassinato de Marielle Franco e Anderson Gomes.

Segundo Raquel Dodge, Domingos Brazão valeu-se do cargo e da estrutura do gabinete no TCE-RJ, acionou um dos servidores – um agente da PF aposentado – que exercia cargo no gabinete para engendrar simulação para conseguir desvirtuar a investigação, com ajuda do delegado da Polícia Federal Helio Khristian.

Leia abaixo, a carta de Lula na íntegra:

Querida companheira Marinete,

Recebi com muito carinho a carta que vocês me enviaram. Sinto muito por ainda não termos alcançado justiça para Marielle. Nenhuma mãe deveria sofrer a dor da perda de um filho.

Infelizmente, não pude conviver com a Marielle, mas tenho profundo respeito por seu legado. Estarei com vocês nessa luta até o dia que os responsáveis por essa perda brutal sejam punidos.

A luta de Marielle segue ecoando pelo Brasil e pelo mundo, e é isso que nossos algozes não suportam. Para além da Justiça, confio no poder da verdade. E pode agir o tempo, mas ela sempre prevalece.

Um fraterno abraço do amigo,

Luiz Inácio Lula da Silva

Por Brasil 247