Instituto Lula

Doe agora
Menu

Inscreva-se: “Soberania Popular na Era Digital”

28/01/2022 23:11

A partir de 12 de fevereiro, curso online ministrado por professor norte-americano terá convidados especialistas de democracia digital oriundos de várias partes do mundo; as aulas serão em inglês

O Instituto Lula abriu inscrição para o curso online Soberania Popular na Era Digital, organizado pelo professor norte-americano Aaron Schneider. O curso terá 10 aulas-debate em inglês com a participação de pesquisadores da Europa, Estados Unidos, Índia, China e Brasil. 

Como participar

Preencha o formulário abaixo; as inscrições são limitadas a 100 vagas:

Schneider é professor de história e política latino-americana  e membro do Centro de Estudos Latino-Americanos da Universidade de Denver, nos Estados Unidos. No mês passado, Schneider foi contemplado pelo Instituto Lula com um prêmio equivalente a US$ 10 mil para montar a Cátedra Presidente Lula. Além do curso Soberania Popular na Era Digital, a cátedra contempla a publicação de um livro que documentará as discussões presentes nas aulas e debates.

“Este projeto da Cátedra Presidente Lula tem o objetivo ambicioso de contribuir com a elaboração de políticas públicas que promovam o desenvolvimento nacional de forma justa e democrática, livrando o atual processo político da tendência da neocolonização digital”, afirma Márcio Pochmann, presidente do Instituto Lula.

No dia 8 de fevereiro, a partir das 14h, o Instituto Lula publicará em seu canal do YouTube a cerimônia oficial de concessão da cátedra ao professor Schneider.

Sobre o trabalho de Aaron Schneider

O professor Schneider obteve mestrado e doutorado pela Universidade da Califórnia em Berkeley. Ele é autor de mais de 60 artigos e capítulos de livros revisados ​​por pares, dois livros de autoria única e muitas contribuições para a imprensa popular. 

Além do trabalho acadêmico, Schneider foi consultor do Banco Mundial, das Nações Unidas, do Departamento de Desenvolvimento Internacional do Reino Unido, do Departamento de Estado dos Estados Unidos, da Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional e assessor de Políticas do Economista-Chefe para a América Central do Banco Interamericano de Desenvolvimento.

Aaron Schneider pesquisa a relação entre riqueza e poder, em especial na América Latina, Índia e África Subsaariana. Ele desenvolve estudos sobre finanças públicas como uma janela para a democracia. 

Os seus estudos também envolvem pesquisas sobre a forma como os governos asseguram as contribuições dos principais grupos sociais e como os estados decidem o que fazer com o dinheiro. Desta forma, Schneider descreve a natureza das comunidades políticas nacionais. 

Livros recentes

2018: Renovar Orleans? Desenvolvimento Globalizado e Resistência dos Trabalhadores após o Katrina. Imprensa da Universidade de Minnesota
2017: Construção do Estado e Regimes Tributários na América Central. Cambridge

Como funciona o curso

As aulas online são realizadas em inglês e acontecem aos sábados, 14h. Além das aulas, o curso indica leituras obrigatórias e promove debates online que precisam ter a participação online dos matriculados no momento em que acontecem. 

Já as aulas pré-gravadas podem ser assistidas no momento que a pessoa inscrita no curso desejar. Cada discussão ao vivo terá 1h30 de duração aproximadamente. Durante os debates, os participantes discutirão as leituras e terão a oportunidade de interagir. 

Certificado

Para receber o certificado, os participantes devem cumprir as seguintes tarefas:
- Pelo menos duas vezes durante as dez semanas, o aluno fará um resumo das leituras atribuídas e deve compartilhar para a turma do curso. Esse item corresponde a 20% da nota final;
- Participação nas discussões.  Esse item corresponde a 35% da nota final;
- Pelo menos duas vezes durante o curso o aluno enviará perguntas escritas para os debates ao vivo. Esse item corresponde a 10% da nota final;
- Ao final do curso, cada aluno fará uma redação de 3000 palavras para responder uma pergunta fornecida pelo instrutor principal ou sobre um tema de sua escolha. Esse item corresponde a 35% da nota final  

Programação

12 de fevereiro: O Alvorecer de uma nova Era: Soberania Popular em uma Era Digital (Prof. Aaron Schneider)

19 de fevereiro: Tecnologia e Desenvolvimento: Exemplos da Índia (Dr. Parminder Singh)

5 de março: Crise alimentar britânica: Capital, Classe, Tecnologia, Alternativas (Prof. Ben Selwyn)

12 de março: Global Police State – Capital, Fascismo, Tecnologia (Prof. William Robinson) Observação: a aula em 12 de março será das 17h às 18h30

19 de março: Regimes Internacionais, Hierarquias Internacionais e Internet (Prof.  Aaron Schneider)

26 de março: Futuros Digitais e Poder Global: América Latina e Sudeste Asiático (Prof. Marco Cepik)

2 de abril: Tecnologia e Democracia: EUA, Brasil e o Mundo (Prof. Rafael Ioris)

9 de abril: Statecraft digital de Middle Powers: Digital Sovereignty, FinTech, Big Data e Cloud Computing no Brasil e na Índia (Prof. Henrique Estides Delgado e Prof. Vash Doshi)

16 de abril: Feminismo, Inteligência Artificial e Capitalismo Racial (Prof. Neda Atanasoski)

23 de abril: Transformação Digital e a Nova China (Prof. Alessandro Teixeira e Prof. Zhenya Jiang)

Serviço

Curso Soberania Popular na Era Digital (em inglês)
Quando
: início em 12 de fevereiro
Onde: aulas online com participação em debates e encontros específicos
Valor: grátis
Público: pesquisadores, estudantes, lideranças comunitárias e demais interessados
Curso com emissão de certificado