Instituto Lula

Doe agora
Menu

Lula participa de posse dos Metalúrgicos do ABC

21/07/2020 11:48

Por Sindicato dos Metalúrgicos do ABC

Ao reafirmar quem são os metalúrgicos do ABC, relembrar as lutas históricas e, ao mesmo tempo, olhar para os desafios atuais e futuros da categoria, da região e do país, a direção eleita do Sindicato iniciou o mandato 2020-2023 no domingo, dia 19. São 193 diretores e diretoras em 55 empresas da base e o comitê dos aposentados.

A celebração foi feita por meio de uma live no sábado, dia 18. A apresentação ficou por conta dos diretores Moisés Selerges e Aroaldo Oliveira da Silva. De início, foi pedido um minuto de silêncio em respeito às vítimas da Covid-19 e em solidariedade a quem perdeu familiares e amigos nesta pandemia.

O ex-presidente da República e presidente de honra do Sindicato, Luiz Inácio Lula da Silva, ressaltou que gostaria de ter só palavras de esperança, mas que isso não é possível neste momento de aumento de desemprego e da irresponsabilidade do presidente Bolsonaro no cuidado com a vida dos brasileiros. 

“A esperança é que se tivesse um presidente com sentimento, que tratasse ser humano como ser humano, não como um algoritmo, se respeitasse os cientistas e a medicina brasileira, certamente teria salvo mais da metade das pessoas que morreram e preparado de forma mais eficaz, evitado a contaminação. É genocídio por falta de competência do presidente da República para tratar a doença”, afirmou.

“É preciso chamar o trabalhador para a luta, dizer que existe outro modelo, outra forma de governar pensando no povo. O povo não é o problema, o povo sempre será a solução. Tenho certeza que este Sindicato vai continuar sendo uma luz de esperança para o povo trabalhador brasileiro e do ABC. Que os trabalhadores saiam mais uma vez vitoriosos, não podemos perder a esperança nem a motivação de luta nunca. A única luta que a gente perde é aquela que a gente não participa. O Brasil não é do Bolsonaro, é de 210 milhões de brasileiros”, defendeu.