Instituto Lula

Doe agora
Menu

Lula encontra Piketty: “Não se diminui a desigualdade sem mexer no coração da riqueza”

03/03/2020 10:27

Lula e Thomas Piketty, autor do best-seller “O Capital no século XXI” / Foto: Ricardo Stuckert

Nesta terça-feira (3), Lula se encontrou com o economista francês Thomas Piketty na Escola de Economia de Paris.

Autor do best-seller “O Capital no século XXI”, o economista se consagrou como um dos mais influentes de sua geração. Sua obra contribuiu para que temas como desigualdade e concentração de renda e riqueza alcançassem o centro do debate mundo afora. 

Em 2018, Piketty foi um dos intelectuais que assinaram o manifesto internacional em defesa da libertação do ex-presidente, à época mantido preso político em Curitiba. Hoje, o francês coordena um laboratório de estudos sobre a desigualdade — “um tema urgente”, avalia Lula. 

Em seu relato sobre o encontro, o ex-presidente contou que “pôde contribuir [para a conversa] a partir da experiência brasileira no combate à miséria”. E fez um alerta: “Nós temos que expor a desigualdade como um problema político, uma questão de dignidade humana. Não haverá diminuição da desigualdade se a gente não mexer no coração da riqueza”.

Lula ainda contou que a reunião serviu para que eles selassem uma parceria de longo prazo: “Combinamos que esse será o primeiro encontro de uma longa colaboração para aprofundar esse debate no Brasil e no mundo”.

Na França para ocasião do recebimento do título de Cidadão Honorário de Paris, Lula já se encontrou também com Jean-Luc MélenchonSebastião Salgado François Hollande. O ex-presidente segue na Europa para uma série de compromissos nas próximas semanas.