Instituto Lula

Doe agora
Menu

Podcast do Dia Mundial da Saúde: Cortes e reformas deixaram o SUS menos preparado para pandemia

07/04/2020 16:14

Médico sanitarista Pedro Tourinho

No dia 10 de outubro de 2016, 366 deputados votaram a favor da Emenda Constitucional 95 ,do governo Temer. Pouco depois de apear Dilma Rousseff da Presidência, esses parlamentares selaram um corte radical nos recursos da saúde e educação pelos próximos 20 anos. Tudo isso aconteceu com o apoio da mídia e com o silêncio das ruas em boa parte do país.

Agora, pouco mais de três anos depois, boa parte desses parlamentares usa os microfones e as redes sociais para defender o SUS. A Organização Mundial da Saúde reconheceu o Sistema Único de Saúde brasileiro é o maior sistema público de saúde em todo o planeta. Mas a falta de recursos é uma constante nos 31 anos de existência do SUS. Muitos países mais ricos, como os Estados Unidos e até a China comunista não oferecem saúde universal para seus cidadãos. O Brasil, com poucos recursos, tenta. 

Esta edição da Rádio Lula entrevista o médico sanitarista Pedro Tourinho. Mineiro de Belo Horizonte, Tourinho hoje é vereador na cidade de Campinas e continua exercendo a medicina, inclusive tratando pacientes de covid-19. Na conversa, Tourinho explica o financiamento do SUS e como as elogiadas "reformas" que vieram depois do golpe de 2016 trabalharam para desconstruir um sistema que nunca teve vida fácil. A emenda do Teto de Gastos já tirou da saúde 22,5 bilhões. Em 20 anos, esse valor deve ultrapassar os 400 bilhões.

Pedro Tourinho fala também sobre a tentativa de se desmontar o Programa Mais Médicos, que é um dos exemplos mais óbvios de como a orientação ideológica do governo tem passado por cima da preocupação com a saúde das pessoas.

Graças em parte ao golpe contra Dilma e em especial à Emenda do Teto de Gastos, o Brasil chegou mais despreparado para enfrentar essa pandemia. Está na hora de pensar em políticas que beneficiem toda a sociedade como políticas de Estado. Pois é isso que elas são.

Ouça o podcast completo abaixo ou em seu tocador favorito: