Instituto Lula

Doe agora
Menu

Reitora da Federal do Sul da Bahia visita Instituto Lula

25/08/2022 12:56

Joana Angélica, Tamires Sampaio e Richard Santos

Em visita ao Instituto Lula, a reitora da Universidade do Sul da Bahia (UFSB), Joana Angélica, apresentou proposta da universidade de modernizar o ensino superior, incorporando os saberes tradicionais ao currículo da academia. Em reunião com a diretora do Instituto Lula, Tamires Sampaio, na última quinta-feira (18), a reitora expôs o projeto “Mestras e mestres dos saberes tradicionais”.

"A UFSB é uma universidade pública nova, que não está sujeita ao peso da formação  eurocêntrica presente em outras universidades mais antigas. Acredito que aqui podemos realizar projetos que fortaleçam a comunidade negra e que coloquem indígenas e babalorixás para ministrar aulas sobre cultura originária e afro-brasileira", disse a reitora.

Na definição dos editais da UFSB, esses mestras e mestres são pessoas "de notório saber que têm os conhecimentos e técnicas necessárias para a produção e preservação da cultura tradicional popular de determinada comunidade". Por não terem formação acadêmica, esses mestres não poderiam integrar o quadro docente. Essa é uma das barreiras que a universidade está se propondo a quebrar.

A reitora Joana Angélica foi acompanhada por seu chefe de gabinete, o professor, artista e ativista do movimento Hip Hop, Richard Santos. 

A visita recupera uma tradição do Instituto Lula de reunir lideranças, acadêmicos e trabalhadores para pensar soluções para os grandes problemas do Brasil. Foi aqui que nasceram – desde os anos 1990 – as sementes dos projetos que viriam a ser o Bolsa Família, o Luz para Todos e o Minha Casa Minha Vida, por exemplo.