Instituto Lula

Doe agora
Menu

Boletim do IL analisa uso da tecnologia na Amazônia

20/06/2022 15:39

Divulgação

O grupo de pesquisa Fronteira Digital, o front-D, realizou uma mesa redonda para debater o boletim online “O ambiente entre as tecnologias digitais acionadas por governo e sociedade", na terça-feira (21). O vídeo com a mesa redonda foi exibido no canal do YouTube do Instituto Lula.

O encontro foi mediado pelos pesquisadores Brenda Takeda, Elielson Silva e Selma Solange Monteiro Santos com a participação de Thiane Neves BarrosAna Carolina Alfinito.

Assista ao vídeo abaixo

Leia o boletim 

Sobre a mesa redonda

Neste boletim o grupo front-D  procurou apontar como, ao acionar tecnologias digitais, os governos e a sociedade criam estratégias e instrumentos para enfrentar problemas, como a necessidade de reduzir os impactos de grandes empreendimentos econômicos sobre os territórios e reduzir os riscos de desastres e catástrofes sobre a sociedade brasileira como um todo.

Desse modo, buscaram desenvolver, nesta primeira parte, uma rápida discussão sobre como o processo de digitalização avança sobre as agendas governamentais de gestão ambiental, enfatizando as atividades de licenciamento ambiental.

Cabe ressaltar que a emergência da agenda climática torna a questão ainda mais grave, na medida em que a avaliação dos cientistas ligados ao Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climática (IPCC) é a de que não se trata mais de prognóstico: são parte das realidades das populações as perdas e danos causados pelos efeitos da mudança climática, associados às formas com que os modelos capitalistas vigentes se relacionam com a natureza, os recursos ambientais e os imperativos de preservação das múltiplas formas de vida no planeta.

Com metade da população mundial ameaçada pelo risco climático, resta admitir que esses impactos não são distribuídos igualmente na sociedade: as populações urbanas marginalizadas, como os habitantes de favelas e periferias, e os povos do campo e tradicionais tendem a ser mais afetados por fenômenos como secas, enchentes e tempestades.

Quem participa da mesa redonda

Brenda Takeda - Jornalista. Mestra em Planejamento do desenvolvimento e doutora em desenvolvimento socioambiental pelo Núcleo de Altos Estudos Amazônicos, da UFPA.

Elielson Silva - Administrador. Doutor em Ciências e Desenvolvimento Socioambiental, atualmente desenvolve estágio pós-doutoral em Antropologia: Cartografia Social e Política da Amazônia.

Convidada

Thiane Neves Barros - Doutoranda em Comunicação pela UFBA, mestra em Comunicação pela UFPA. Graduada em Publicidade. Pesquisadora e observadora participante da Comunicação na Amazônia. 

Ana Carolina Alfinito - Formada em direito pela Universidade de São Paulo e doutora em sociologia política pelo Instituto Max Planck para o Estudo de Sociedades, na Alemanha, onde escreveu sua tese sobre a a retomada de terras do povo Terena em Mato Grosso do Sul. É uma das coordenadoras do Observatório dos Povos Indígenas e Sistema de Justiça Criminal da Articulação dos Povos Indígenas do Brasil (Apib) e assessora jurídica da Amazon Watch.

Sobre o front-D

O projeto do Instituto Lula chamado "Novas e velhas desigualdades na era digital no Brasil da terceira década do século 21" conta com o núcleo de pesquisa front-D, dedicado ao mapeamento da fronteira digital, ou seja, o grupo investiga como a tecnologia impacta o cotidiano das pessoas na cidade, na cultura, na saúde, na economia, nas dinâmicas de trabalho e na organização política. O front-D produziu uma série de boletins online apresentando os resultados das pesquisas.

O núcleo publica dois boletins para cada um dos seguintes temas

1. Políticas de cuidado

2. Vida nas cidades

3. Cultura na era digital

4. Pequenos agricultores e plataformas digitais

5. Nova cartografia digital

6. Financeirização e tecnologias digitais no ensino superior

Nos links abaixo, leia e baixe todos os boletins publicados pelo front-D.

Parte 1

1 - O cuidado na agenda política, o cuidado em disputa

2 - Cidades Inteligentes: soluções e desafios para cidades menos desiguais

3 - Cultura e Tecnologia no Brasil recente

4 - Quando os agricultores são impulsionados pela internet na China

5 - A Amazônia entre a terra e as techs nas novas fronteiras digitais

6 - Economia política das tecnologias digitais no Ensino Superior

Parte 2

1 - O cuidado na era digital

2 - Monitorando a Cidade Inteligente: câmeras de vigilância, monitoramento inteligentee racismo tecnológico

3 - Tecnologias Digitais, Cultura e Pandemia: fronteiras e desigualdades

4 - O estudo de caso das Vilas Taobao

5. O ambiente entre as tecnologias digitais acionadas por governo e sociedade

6 - Tecnologias digitais no ensino superior: desafios de uma sociedade desigual