Instituto Lula

Doe agora
Menu

Você conhece Tamires Sampaio, diretora do Instituto Lula?

05/04/2022 23:29

Imagem: Reprodução TV Cultura

Nesta terça-feira (5/4), a TV Cultura exibiu uma entrevista de Tamires Sampaio, diretora do Instituto Lula, no programa Provoca, de Marcelo Tas. A conversa de quase uma hora é um excelente convite para você conhecer a autora do livro Código Oculto: Política Criminal, Processo de Racialização e Obstáculos à Cidadania da População Negra no Brasil. Tamires é advogada, mestra em direto político e econômico e foi secretária-adjunta de Segurança Cidadã na cidade de Diadema, no Grande ABCD paulista. 

Aluna prounista na tradicional Universidade Mackenzie, ela conta na entrevista como era contra as cotas até o dia em que entrou na sala de aula da universidade pela primeira vez. Numa sala de 80 pessoas só havia ali ela e mais dois alunos negros. "Alguma coisa está errada. Eu vim de uma escola majoritariamente negra na Zona Leste. Onde estão essas pessoas?". Na faculdade, Tamires acabou sendo eleita a primeira negra presidente do Centro Acadêmico de Direito do Mackenzie e retomou sua militância e chegou a vice-presidente da UNE, a União Nacional dos Estudantes. Mesmo assim, não foi fácil. "Eu ouvi de aluno da minha sala que ele achava um absurdo me ver ali, porque ele teve a melhor educação privada e uma prounista vinda de escola pública iria diminuir o nível da sala". 

Na entrevista Tamires aborda os temas da segurança e do racismo estrutural sem rodeios. Ela encara de frente o tabu que é a sensação de impunidade que prevalece na sociedade mesmo o Brasil sendo o terceiro país que mais prende no mundo, atrás apenas da China e dos Estados Unidos. 

Os desafios que viveu como mulher negra, como estudante prounista, como pesquisadora e também como líder estudantil renovaram sua fé na transformação que as políticas públicas podem causar na vida das pessoas e do país. Sua experiência como secretária pública de segurança mudou o paradigma de como ela enxerga o problema hoje. "A polícia do Brasil é a que mais mata, mas é também a que mais morre. Os agentes de segurança são trabalhadores, que colocam a vida em risco muitas vezes recebendo um salário ruim". Hoje ela prega: "É possível construir política de segurança pública preventiva e fazer isso junto com os agentes de segurança".

Convidamos você a assistir à íntegra da entrevista abaixo e a conhecer melhor nossa diretora já no segundo mandato, Tamires Gomes Sampaio: