Instituto Lula

Doe agora
Menu

Professor de Denver é vencedor da Cátedra de US$ 10 mil

30/12/2021 17:57

Professor Aaron Schneider / Foto: arquivo pessoal

O Instituto Lula tem a felicidade de anunciar o professor Aaron Schneider, da Universidade de Denver, como vencedor da Cátedra Presidente Lula no valor de US$ 10 mil. 

Reforçando o compromisso da nossa instituição com a democracia, a soberania nacional, o desenvolvimento sustentável e a justiça social, essa cátedra internacional será dedicada à aplicação do conhecimento do pesquisador em questões contemporâneas que podem ser objeto de políticas públicas pensadas a partir do Instituto Lula. 

“Estou profundamente honrado em aceitar a nomeação inaugural da Cátedra Presidente Lula. [...] A nomeação vem em um momento de grande turbulência global — a digitalização alterou rapidamente a forma como trabalhamos, produzimos, vivemos e nos governamos. Além disso, a transição digital coincide com pandemia, crise ambiental e convulsão geopolítica. Neste momento de múltiplas crises em interação, o Instituto Lula está estrategicamente posicionado para engajar o debate, estimular a ação e articular futuros alternativos, e é a esse esforço que a Cátedra Presidente Lula busca contribuir”, declarou Schneider. 

O professor selecionado tem uma trajetória intelectual consistente, marcada pela defesa de valores humanistas, em uma das principais universidades norte-americanas. Sua proposta chamou a atenção pelo caráter participativo, mobilizando alunos e ex-alunos para comporem o quadro proposto pelo tema da Cátedra, “Soberania Popular na Era Digital”: “Reuni grandes pensadores sobre o tema nos Estados Unidos, Europa, Índia, China e Brasil. Esperamos que os setores populares, atores progressistas e pensadores avançados possam realizar uma interação rica para definir ativamente os termos da era digital, construindo a soberania popular para um ambiente profundamente democrático e socialmente inclusivo e modernidade ecologicamente sustentável”.

Sobre a iniciativa inédita, Marcio Pochmann, presidente do Instituto Lula, declara: “A Cátedra Soberania Popular na Era Digital do Instituto Lula homenageia o ex-presidente Lula, que nos seus dois mandatos democraticamente eleitos ampliou as bases da dominância pública e popular no Brasil. No cenário atual de mudança de época, a presente iniciativa de natureza transdisciplinar tende a se transformar rapidamente em referência de estudos e conteúdo formativo e de geração de novas políticas públicas”.

Como parte do programa pensado para a Cátedra, um curso composto por dez aulas será disponibilizado a partir de fevereiro; entre maio e junho, Aaron Schneider publicará também um livro.